O mundo online está em constante evolução e o comércio eletrônico não foge à regra. Seja aproveitando as inovações tecnológicas para proporcionar uma experiência completamente nova ao consumidor ou sendo o próprio agente criador de projetos disruptivos. Conheça algumas das principais tendências da internet, apresentadas no documento Internet Trends 2017, lançado pela Kleiner Perkins Caufield & Byers (KPCB) na Code Conference deste ano, na Califórnia. Se essas transformações ainda não fazem parte da sua rotina de consumo, prepare-se para lidar com elas em breve, esteja na posição de lojista ou de comprador.

Tendências Internet 2017 Globo Tablet

Geolocalização versus atração

Não é novidade que a linha tênue entre o mundo físico e o online se dissolveu quando nossas rotinas passaram a ser cada vez mais automatizadas e conectadas. Os smartphones são os principais responsáveis por essa virada de chave. Hoje, marcas em todo o mundo investem pesado em ações que utilizam geolocalização para fazer a oferta certa na hora certa e ao público certo.  Considerando os anúncios do Google que usam o recurso, a precisão é de 99%, com mais de 200 milhões de lojas monitoradas até setembro do ano passado.*

Marcações em imagens estão entre as mais fortes tendências da internet

Cada vez mais, utilizamos imagens para nos comunicar e expressar nossas preferências. Essas marcações podem ser um eficiente caminho para nossas compras e vendas, principalmente quando tratamos de redes sociais. Quando colocamos um “pin” em uma imagem no Pinterest, por exemplo, associamos àquela representação um desejo de consumo. E dia a dia mais marcas percebem essa oportunidade de aliar a descoberta de um produto à compra. Segundo pesquisa do Pinterest, em abril deste ano, com 12 mil internautas, 44% dos usuários afirmam que a rede é um bom lugar para pesquisar o que buscam comprar. Enquanto 24% disseram que já enxergam este espaço (Pinterest) como um ambiente de compra.

Redes Sociais e User Content Generated (Conteúdo Gerado pelo Usuário)

Outra grande tendência, em 2017, vem sendo liderada por varejistas emergentes e grandes marcas artesanais e consiste em utilizar as redes sociais para divulgar seus produtos e serviços com a ajuda dos consumidores. Como isso é feito? Com ações que estimulam o tão desejado User Content Generated, ou Conteúdo Gerado pelo Usuário, em português. A marca de sorvetes Ben & Jerry’s é um dos destaques nesse tipo de estratégia. A empresa se apropria das redes sociais para estimular engajamento e atrair mais e mais consumidores para suas lojas físicas. As postagens que funcionam como gatilho para uma avalanche de conteúdos produzidos pelos usuários, normalmente, tocam em temas que têm forte ligação com seu público-alvo, como bem-estar, liberdade de gênero, sustentabilidade etc. Para saber mais sobre como o User Generated Content pode ajudar seu e-commerce, confira este post.

Toques, realidade aumentada, imagens e áudio no lugar da escrita

Se você usa um smartphone, provavelmente, já recorreu a alguma dessas tecnologias, nem que tenha sido apenas para testá-las. Segundo o documento da KPCB, toques, realidade aumentada, imagens e áudio poderão substituir a escrita em um futuro próximo. Quantas vezes você tirou uma fotografia de algo, ao invés de digitar o conteúdo? Ou mesmo, buscou um produto ou informação, utilizando serviços de voz? Algoritmos avançados conseguem identificar o contexto do usuário apenas por suas imagens. Recentemente, uma companhia aérea no Brasil, por exemplo, habilitou um processo de check in a partir do reconhecimento facial. Basta o passageiro tirar uma selfie e pronto.  Como você pode usar a tecnologia a favor do seu negócio online e alavancar a sua loja virtual?

Gostou do post? Continue acompanhando as novidades do Blog!

*Fonte: Blog do Google Adwords.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments