Tempo de leitura: 2 minutos

As grandes diferenças entre o comércio eletrônico brasileiro e os modelos praticados nos EUA começam pelo próprio consumidor. A cultura da compra à distância está enraizada nos hábitos de consumo dos americanos. Desde a época da colonização a venda por catálogo atendia grande parte do país, levando às pessoas de utensílios domésticos a roupas, enquanto no Brasil iniciávamos a cultura do caixeiro viajante.

Nós brasileiros somos um povo muito acostumado ao contato humano, a figura do vendedor tem uma conotação comum a todos os setores da economia é o vetor fundamental nos processos comerciais. Por isso o poder de convencimento de um site de e-Commerce brasileiro tem que ser, por natureza, muito maior se o compararmos aos modelos americanos.

Além do comportamento do consumidor, existem outros aspectos sócio-econômicos que diferenciam fortemente estas duas economias digitas. Ao mesmo tempo em que os dois países possuem dimensões continentais, os dois países se diferem no que tange adoção do mercado eletrônico, enquanto o Líder de mercado americano (e mundial) a Amazon tem menos de 10% do mercado de e-Commerce nos EUA no Brasil o grupo B2W quase monopoliza a atuação eletrônica.

O consumidor brasileiro está acostumado com condições únicas de pagamento, como os cartões private label e boleto bancário – quase que inimaginável no mercado americano. Além disso, um simples aparelho de DVD pode ser parcelado em pequeninas 12 prestações, imaginem um consumidor que não seja brasileiro com estas opções de financiamentos!?!?!

Enfim, os mercados são efetivamente diferentes, cada qual com sua especialidade afinal o consumidor cada vez mais quer atendimento de acordo com suas necessidade e expectativas. Empresas multinacionais vivem intensamente este dilema: localizar um solução de fora, ou contratar um parceiro nacional no desenvolvimento de uma aplicação de e-Commerce? Para está pergunta não existe uma única resposta, e sim uma série de discussões que envolvem principalmente o trato com o cliente, e quão ágil no que tange atendimento, promoções e suporte pode se tornar a solução.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários