Tempo de leitura: 2 minutos

Texto2 Parece coisa de maluco, mas o consumidor tem a necessidade de tocar, sentir, cheirar e ouvir os produtos que está prestes a comprar, mesmo pela internet. Como fazer isso pela internet é o esforço criativo da maioria dos gestores de e-commerce hoje em dia. Produtos como perfumes, jóias e artigos de vestuário são fortemente ligados à experimentação, porém têm suas vendas aumentadas a cada dia pela web.

Em recente estudo da shop.org um número chamou bastante a atenção: 54% dos consumidores online são influenciados pelas lojas offline, o que significa que muitas lojas offline estão servido de vitrine, ou melhor verdadeiros centros de experimentação para o e-commerce. Essá tendência é reforçada por um estudo da Júpiter Research que diz que nos EUA este tipo de influência deve crescer cerca de 40%.


Assim, para muitos e-consumidores, o primeiro “toque” nas vitrines de e-commerce vem das lojas físicas. Mas não é apenas dessa forma que podemos causar sensações positivas para o consumo, transformar o ambiente web de forma a reproduzir um cenário de uso/consumo do produto na maioria dos casos. Por exemplo, como vender um pacote turístico em um refúgio da natureza, senão compartilhando com as pessoas as experiências do lugar, ou melhor, inserido o futuro turista no contexto paradisíaco, valem fotos, sons, depoimentos e até roteiros personalizados para cada perfil de consumidor.


Remeter o consumidor às lembranças passadas pode ser um recurso muito interessante. O que melhor vende um belo hamburger é tzzzzzzzzzzzzzz que vem da chapa, assim como a fragrância do perfume com um personagem representativo, ou a situação que se queira provocar. Em muitos casos os sites de e-commerce acabam sendo mais recheados de informações que o próprio varejista tradicional.


Um exemplo é o site www.canyon.com, esse e-commerce de bicicletas é uma prova que as imagens por si só não garantem o sucesso de uma loja virtual. Levar em consideração as especificidades de seus produtos e principalmente de seus consumidores é fundamental. A empresa criou ferramentas de comparação com outros modelos, de forma bem visual, além de um estudo de compatibilidade com as características físicas da pessoa, e quando a compra for efetuada o site ajusta a bicicleta conforme sua altura dimensões de pernas e braços.


Ir além do tradicional, e pensar no e-commerce como extensão do seu negócio pode significar o sucesso de sua loja virtual. Trazer o consumidor e interagir com ele de acordo com seus anseios fortalece suas vendas – como a própria Canyon que teve incremento de 30% em suas vendas e ainda diminui em 30% a porcentagem de encomendas mal-sucedidas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários