A expectativa é que entre os dias 15 de novembro e 23 de dezembro, o faturamento das lojas virtuais passe de R$ 3,1 bilhões, 20% a mais que o montante apurado em igual período do ano passado. E neste ano  terá uma maior participação das classes C, D e E graças ao aumento no número de brasileiros que estão conectados.

Hoje, o Brasil soma 80 milhões de internautas, dos quais 40 milhões compram ou já comparam pela Web. Na rede, a média de crescimento nas vendas beira os 30%. Já no varejo tradicional a expansão é bem mais modesta, de 10%.

Nesse período de shoppings lotados e trânsito caótico, além do oferecimento de um mix maior de produtos, promoções e condições variadas de pagamentos, o ato de escolher os presentes de Natal no conforto do lar e na comodidade de entrega é apontado como grande vantagem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários