Tempo de leitura: 3 minutos

A Fits Me, subsidiária da Rakuten, lançou uma pesquisa mostrando que, em média, as mulheres mudam seu tamanho de roupas 31 vezes ao longo da vida adulta. O levantamento revela uma desconexão entre as percepções do corpo da mulher e a realidade, quando o tema é moda. Os homens, por sua vez, mudariam seus tamanhos de roupas 24 vezes enquanto adultos. Os dados apenas confirmam que comprar itens de vestuário e moda é uma atividade muito mais complicada do que pensávamos, para ambos os gêneros.

Consumidora-Compra-Roupas-Moda-Online

Há, ainda, outros fatos interessantes no estudo da Fits Me. Enquanto a companhia continua a desenvolver sua tecnologia, permitindo que compradores se sintam confiantes de que as peças adquiridas na internet servirão neles, ganha insights únicos sobre como os consumidores se sentem em relação a engajamento, fidelidade e personalização no varejo.

Todo o documento merece ser lido, mas selecionamos alguns destaques importantes.

Comprar roupas online ainda pode ser uma experiência desafiadora

Gráfico-Fits-Me-Moda

Os dados da Fits Me apontam que 81% dos compradores ficam aborrecidos ao procurar as peças que desejam entre muitas opções de roupas. Quando questionados sobre a frequência com que esse sentimento se manifesta, a maioria (35%) disse que “Às vezes”, enquanto 32% afirmaram que “Frequentemente” e 14% declararam que “Sempre”.

O que podemos inferir desse cenário é que temos oportunidade de, a partir das nossas tecnologias já disponíveis, transformar essa interação. Nosso objetivo é tornar essa atividade um processo divertido, prático e fácil. As lojas que funcionam nas plataformas Rakuten One e Rakuten Genesis dispõem, por exemplo, do Rakuten Global Search, uma solução de Busca Inteligente.

Com esta funcionalidade, a busca é retroalimentada pelos consumidores. Quando a palavra não é digitada corretamente, mostra-se sugestões de correção. Há também termos variáveis com link para os possíveis produtos ou marcas. Ao digitar uma palavra-chave exata ou uma característica, aparece o menu que leva o usuário a navegar diretamente pela cor, tamanho ou outros atributos do item.

O resultado da busca ainda pode ser ordenado por produto mais desejado, mais vendido, ordem alfabética, menor preço ou lançamentos. Esta pequena mudança em lojas online, do segmento de moda ou de outros ramos de atuação, pode fazer grande diferença.

Curadoria de tamanhos ganha vantagem com consumidor

Com 88% dos entrevistados demonstrando aborrecimento em algum momento da sua jornada de compra pela falta de consistência de tamanhos entre as lojas. Por outro lado, existe um forte apoio ao uso de filtros para as opções disponíveis aos consumidores. Quando perguntados se visualizar apenas os itens que os lojistas sabiam que caberiam neles os ajudariam a comprar, quase quatro a cada cinco respondentes disseram que sim e apenas 4% responderam negativamente. Nada como um especialista em moda para recomendar um portfólio que combine perfeitamente com seus consumidores.

Preço supera Fidelidade

A maioria dos respondentes (56%) considera-se fiel a algumas lojas e marcas de vestuário. No entanto, quando o questionário vai além, o estudo revela que a fidelidade pode diminuir consideravelmente se o contexto for mais comparativo. Na verdade, quando perguntados sobre com qual afirmação eles concordavam mais, acima do dobro dos entrevistados (29%) escolheu “Eu gosto de comprar pelo melhor preço”, em comparação à frase “Eu sou sempre fiel às minhas lojas favoritas” (14%).

Equilibrando personalização e uso inteligente dos dados do consumidor

Os dados são a chave para uma experiência de compra personalizada. Se o lojista está realizando bem o seu trabalho, não há erro. Quanto mais informações o comprador compartilhar, melhor e mais personalizada será a sua experiência de compra. Mas com essa possibilidade vem um alerta aos varejistas: tenha cuidado com o fator “susto”. Os consumidores se assustam, quando não entendem de onde a informação sobre eles foi adquirida (22%); quando eles sentem que o lojista não tem direito de saber uma informação específica (17%); e quando uma loja de onde eles nunca compraram envia algo personalizado a eles (17%). Então, os lojistas precisam ter cautela e ser o mais transparente possível com seus clientes. Eles agradecerão por isso.

Para ler a pesquisa da Fits Me na íntegra (em inglês), acesse aqui.
Ainda não conhece as soluções da Rakuten Digital Commerce?
Visite nosso site
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários