Tempo de leitura: 4 minutos

O segmento de Financial Technology ou, como conhecemos, Fintech continua a apresentar um crescimento massivo, à medida em que todos, de bancos a cartões de fidelidade, estão repensando como nós usamos o dinheiro através das tecnologias digitais. Pelo próximo biênio, o investimento acumulado em fintechs ao redor do mundo poderá chegar a US$150 bilhões, de acordo com a pesquisa Global Fintech 2016, da PwC. Nesse turbilhão de mudanças, empreendedores do ramo se reuniram na Rakuten Fintech Conference 2017 para discutir as inovações na área.Inovadores Fintechs Conference

No ano fiscal de 2016, foram mais de 1.500 negócios no segmento, avaliados em cerca de US$28 bilhões em termos de financiamento. Quem explicou foi Oskar Miel, Managing Sócio da Rakuten Capital, enquanto moderava o painel “Innovation in Fintech”, durante o evento.

“71% dos millennials prefeririam visitar um dentista a um banco. E há 2 bilhões de pessoas ‘desbancarizadas’ no mundo”, disse Miel, apontando as oportunidades crescentes no ramo.

Oskar Miel Fintechs Conference

“71% dos millennials preferiria visitar um dentista a um banco”, disse Oskar Miel da Rakuten Capital

Medição e sustentação da inovação

Um dos painelistas foi Alan Falys, Co-Fundador e CEO do Yoyo Wallet, um app que pode substituir tanto as carteiras físicas quanto os cartões de fidelidade. Ele destacou a necessidade de quantificar a inovação nas fintechs.

“A melhoria tem que ser pelo menos 10 vezes equivalente ao sistema tecnológico operacional”, disse Falys. A companhia tem mais de 250 mil usuários ativos e superou 1.5 milhão de transações por mês. “Se você apenas provê a conveniência do pagamento pelo smartphone comparando com o cartão sem contato, eu não chamaria isso de algo 10 vezes melhor. Se você entrega uma experiência que vai além do pagamento, com recompensas, por exemplo, então você efetivamente conseguiu inovar”.

Sempre  à frente

Rishi Stocker Fintechs Conference

“Nós estamos tentando redefinir os serviços financeiros existentes e readaptá-los ao novo estilo de vida”, explicou Rishi Stocker do Revolut

Inovação em fintech é essencial para a viabilidade da empresa, disse o painelista Bundeep Singh Rangar, Head da PremFina. A insurtech (mistura das palavras seguros – insurance – e tecnologia – technology) startup, localizada no Reino Unido, provê corretores de seguros com software que permite que eles emitam financiamento ao invés de recorrerem a parceiros terceirizados.

“Mesmo como um inovador você precisa assumir que alguém está inovando a inovação”, afirmou Rangar. Ele citou como a Kodak era dominante na indústria da fotografia, por mais de um século. A empresa se manteve até o surgimento das câmeras digitais, o que culminou com a sua falência.

“Você está criando uma nova categoria? Se está, você não será julgado por modelos de negócios já existentes. Você vai querer estar fazendo algo completamente diferente”, completou.

Mapeamento do novo território

Alguns inovadores em fintech estão tentando conquistar um nicho único em ecossistemas dominados pelos que vieram antes deles. O Revolut é um aplicativo que permite aos viajantes conseguirem tarifas interbancárias (as taxas de juros em empréstimos de curto-prazo entre bancos) ao comprar, vender ou fazer transferências em 125 moedas diferentes. Apenas dois anos após o lançamento, o app obteve grande crescimento. Já são mais de 820 mil usuários e superando os US$4 milhões em pagamentos processados.

Bundeep Singh Rangar Fintechs Conference

“Mesmo como um inovador você precisa assumir que alguém está inovando a inovação”, disse Bundeep Singh Rangar da PremFina

“A beleza de tudo isso é que nós não gastamos nada com marketing”, disse o painelista Rishi Stocker, Head de Partnerships da Revolut. “Nós estamos tentando redefinir os serviços financeiros existentes e readaptá-los aos hábitos das pessoas que têm um estilo de vida internacional”.

Michael Dunworth é o CEO da Wyre, uma startup lançada em San Francisco com Yanni Giannaros, seu colega de quarto em uma hacker house. Dunworth falou sobre a maneira inovadora que a Wyre usa a tecnologia de blockchain.

A ferramenta pega a moeda do usuário remetente e converte para ativos digitais como bitcoin ou ethereum.

Em seguida,

Michael Dunworth Fintechs Conference

“Achamos que o melhor uso da tecnologia é onde você não sabe realmente que a está usando” disse Michael Dunworth, da Wyre

vende no país destinatário e, então, compra a moeda apropriada para o pagamento. O ponto é que as transferências bancárias podem levar de dois a quatro dias úteis esteja onde estiver. A Wyre capitaliza na velocidade das transações com moedas criptografadas, encurtando esse tempo para até duas horas.

“Achamos que o melhor uso da tecnologia é onde você não sabe realmente que a está usando” Dunforth disse em uma entrevista nos bastidores da conferência. “A maioria dos nossos clientes está usando blockchain todos os dias. Porém, eles não têm ideia do que é o blockchain ou de como funciona. Nós cuidamos da parte técnica e eles recebem os benefícios”.

Fonte: Rakuten.Today

Conheça as soluções da Rakuten Digital Commerce para a sua loja virtual!

CLIQUE AQUI!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários