Tempo de leitura: 2 minutos

A fusão da
Americanas.com com o Submarino acaba de criar a maior loja de comércio
eletrônico do Brasil, um negócio de R$ 7 bilhões, com faturamento combinado de
R$ 2 bilhões/ano.

Apesar de
apresentarem níveis satisfatórios de satisfação de Clientes, ambas as empresas reconhecem
que podem fazer mais, ser ainda mais excelentes, e incrementar a fidelidade dos
seus Clientes

(Antes que a
Amazon.com apareça por aqui)

O negócio entre
o Submarino e Americanas vem consagrar o estágio profissional que o Comércio Eletrônico
se encontra no Brasil, além de criar uma maneira para que a nova empresa que
nasce dessa fusão possa investir pesado nas inovações que rapidamente estão
mudando a cara da internet em todo o mundo.

1ª Inovação: O aumento dos usuários de banda
larga – estima-se três milhões de usuários
de internet rápida no Brasil -, já permite que o comércio eletrônico crie o seu
próprio canal de TV baseado na web, ofereça treinamentos e demonstrações de
produtos, além de agilizar a experiência de compras via web.

Durante o último
verão americano, a Amazon colocou no ar o Amazon Fishbowl com o comediante Bill
Maher, um talk show sensacional que atraiu milhões de visualizações na web,
além de incrementar significativamente as vendas dos produtos apresentados
durante os episódios do programa.

2ª Inovação: Quantos anúncios do Submarino e da Americanas.com você viu em revistas
e comerciais de televisão nos últimos seis anos? Meia dúzia ou quase nenhum. Ambas as empresas
cresceram vertiginosamente nos últimos anos explorando o banco de dados de
Clientes e mirando conteúdo personalizado baseado no comportamento de compra
dos seus Clientes.

Para se manter competitivo nesse novo estágio do Comércio Eletrônico no
Brasil, é preciso conhecer de verdade os Clientes da empresa, para assim casar
necessidades com conteúdo de produtos e serviços da melhor maneira possível.

3ª Inovação: Ajude os Clientes a ajudar você.
Segundo um recente estudo da The E-Tailing Group, 92% dos compradores disseram
que a opinião de outros clientes é muito importante para a decisão de compras.
Além disso, o crescente interesse das pessoas por comunidades online, abre uma
avenida de oportunidades para os varejistas que estiverem dispostos a criar uma
comunidade on-line onde os clientes possam se conhecer, trocar informação, e
por conseqüência, ajudar a própria empresa a vender produtos para outros
clientes.

Nesse novo estágio do comércio eletrônico, o conteúdo é rei!

Conteúdo aumenta o número de visitas no site, otimiza a presença da
empresa no resultado dos mecanismos de busca, constrói a fidelidade com os
clientes.

As melhores operações de comércio eletrônico serão aquelas que
conseguirem se distinguir através de um conteúdo profundo, criado pela própria
empresa ou por seus clientes.

Criar conteúdo não é fácil. Mas uma vez criado, você pode utilizar o seu
sistema de comércio eletrônico para customizar mensagens, atividades de
marketing e beneficiar o Cliente.

Em 1999 muitos disseram que a Internet era a próxima grande novidade no
mundo do marketing. Essa afirmação foi bastante controversa na época. Hoje é
uma realidade. Você pode ser parte dela.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários