Centenas de pessoas trafegando no seu site, pesquisando os melhores preços, acessando as páginas de promoções e fechando novos pedidos a cada minuto. Este cenário ideal é nada mais nada menos que o sonho de todo varejista na Black Friday. O evento que se tornou uma das datas mais aguardadas do ano pelos lojistas brasileiros está marcado para o próximo dia 23 de novembro. Isso mesmo, estamos a menos de um mês para a data que pode ser a mais aquecida do ano para o seu e-commerce! E a sua loja virtual pode sair deste período com um saldo muito mais positivo que o faturamento extra ao final do mês. É possível conquistar novos clientes, ampliar o alcance da sua marca e começar 2019 com o pé direito.

Para garantir a Black Friday dos sonhos, preparamos 8 dicas que ajudarão as promoções da sua loja virtual a gerar resultado de verdade!

Black Friday - Consumidora aproveitando promoções online no computador

1 – Tenha um planejamento data-driven

Quando falamos em promoções, o planejamento com base em dados é sempre o primeiro passo. Estudar o histórico do seu e-commerce com atenção, principalmente se a sua loja já participou da Black Friday em anos anteriores, é fundamental. Analise indicadores como receita, número de pedidos, ticket médio e volume de visitas simultâneas. Relacione estes números com o investimento realizado em marketing, as mídias e canais utilizados, os produtos ofertados, os itens que tiveram mais saída, o estoque dedicado para o período e outras informações relevantes. Assim, será possível corrigir erros da edição passada, além de fazer projeções e metas mais realistas.

Se este for o seu primeiro ano no evento, não deixe de observar a estratégia dos seus concorrentes e de estar preparado, de acordo com o seu investimento em marketing digital, para a alta demanda. Lembre-se que promoções de sucesso não são aquelas que vendem em grande quantidade, mas as que conseguem concluir sem ruído a jornada do consumidor. Ou seja: ofertar, vender e entregar satisfatoriamente o produto desejado pelo comprador. Assim, você sairá da Black Friday com um mailing qualificado de clientes que poderão gerar recorrência e fidelização para a sua loja virtual.

2 – Prepare uma Home Page vendedora

A home page do seu e-commerce é o seu principal cartão de visitas. Ao prepara-la para a Black Friday esteja atento a todos os detalhes, principalmente em relação às suas promoções. Os banners são os recursos mais utilizados nesse período do ano. No entanto, ao invés de aliados, eles podem se tornar grandes vilões do seu site. É necessário usar banners atrativos, que valorizem suas ofertas e estejam alinhados com a identidade da sua marca, mas que também tenham o tamanho ideal. Banners pesados ou em quantidade excessiva, aumentam o tempo de carregamento da página e atrapalham a usabilidade do consumidor. Inserir produtos demais na home page da sua loja virtual é outro erro que dificultará o carregamento e atrapalhará a navegação, podendo fazer o comprador desistir do site.

3 – Facilite a busca por ofertas

Experiência é tudo, seja na Black Friday ou fora dela. Mas, especificamente neste período, o consumidor está ávido por novidades com preços abaixo do convencional. O seu dever é tornar a busca do usuário pelas suas promoções o mais simples possível. As plataformas de e-commerce, como a Rakuten Digital Commerce, possuem recursos que deixam essa tarefa muito fácil. Entre eles está o uso de selos, que aplicados aos itens promocionados ajudam na identificação rapidamente.

Outra opção é criar uma categoria temporária dedicada apenas para o mix em promoção. Assim, você poderá trabalhar com uma vitrine específica ou uma landing page para a data e deixará o seu consumidor mais confortável ao saber que tudo o que precisa está reunido em um só lugar. Deixe a busca do seu site “afiada”, ou seja, configure a sua ferramenta de busca para tornar a jornada do consumidor o mais fluida possível.

4 – Crie promoções reais e fique ligado nos preços

Em oito anos de Black Friday no Brasil, os consumidores online ficaram mais maduros e experientes. Eles conhecem a dinâmica das lojas e marketplaces e esperam promoções com economia real. Muitos monitoram os preços dos produtos semanas ou até meses antes da data. Inclusive, já existem inúmeras ferramentas que ajudam o usuário nesta tarefa. Por isso, se você pretende aproveitar esse período para acelerar suas vendas, crie ofertas de verdade para o comprador e não altere os preços dos produtos que serão promocionados até a data de início da campanha.

Priorize a transparência e o compromisso com o seu consumidor. Esse cuidado fará a diferença na fidelização dele com a sua marca após a Black Friday. Uma pesquisa realizada pela Provokers para o Google, ouviu 1.500 consumidores online e apontou que apenas 9% das pessoas entrevistadas não têm intenção de comprar no evento deste ano. Se considerarmos apenas os respondentes que já compraram na última Black Friday, apenas 2% não têm interesse em voltar a comprar em 2018. O dado reforça a oportunidade que o seu e-commerce têm ao apostar em uma estratégia focada na experiência positiva do comprador. Aproveite!

5 – Teste as promoções com antecedência

Outro ponto importante é tomar todas as precauções necessárias para evitar promoções erradas durante a Black Friday. Um número, uma vírgula ou um link incorreto podem gerar bastante prejuízo para a sua loja virtual. O risco é ainda maior com investimento em mídia, o que pode gerar uma avalanche de tráfego e pedidos em fração de segundos. Para fugir de ciladas como esta, teste todas as suas promoções no ambiente de homologação da sua plataforma de e-commerce antes de subi-las no site e lançar suas campanhas.

6 – Atente-se aos objetivos e formatos de promoção

Seu objetivo nesta Black Friday é ampliar o alcance da loja virtual? É elevar o ticket médio de cada pedido? É liquidar produtos parados em estoque? A finalidade da sua ação vai determinar qual segmentação de público trará melhores resultados. Entre os modelos mais famosos estão: descontos progressivos, “pague um, leve dois”, “queimas de estoque”, frete grátis e desconto para “retirada na loja”. Se você quer trabalhar o tíquete médio, por exemplo, pode investir em estratégia de upsell e cross sell. Se quer atingir o maior número de pessoas possível, pode apostar em liquidações com descontos agressivos e frete grátis.

Para garantir a saída dos produtos, não deixe de trabalhar as mídias pagas, incluindo redes sociais e Google. Tenha ainda uma régua de email marketing planejada desde a preparação – o famoso “esquenta” – até o pós-venda. Assim, a comunicação será otimizada em toda a jornada do consumidor. Outra boa dica é criar ofertas exclusivas para os clientes antigos e aqueles que se cadastraram no seu site. Isso reforça a fidelização da sua loja virtual e cria novas oportunidades de compra. Muitas lojas já apostam também em ações que vão além do dia da Black Friday. Ou seja, estendem suas apromoções para a semana ou o mês inteiro. Esta estratégia busca aproveitar ao máximo o período, distribuir melhor o investimento e economizar na compra de mídia que fica cada vez mais cara com a proximidade da data.

7 – Garanta a preparação do estoque 

A Black Friday é sem dúvidas a época do ano com maior oportunidade de vendas para milhares de e-commerces. Ciente disso, é preciso estar preparado em todos os sentidos. O estoque é um dos aspectos mais importantes desse plano de ação. Tenha o controle detalhado de todos os produtos estocados, o mix que será promocionado e o período de cada campanha. Mas, vá além, e conheça de perto o perfil de cada produto da sua loja virtual.

Os itens que têm mais “saída”, caso estejam nas promoções, podem sofrer um boom de procura pela queda no preço. Por isso, estar preparado para atender a demanda é fundamental. Já os produtos de ponta de estoque (“últimas unidades”) precisam ser comunicados de forma clara. Assim não gerarão frustração, caso acabem rápido, uma vez que não poderão ter reposição. Estude seu estoque, analise o histórico de cada produto e faça previsões com base em dados, para não ser surpreendido.

8 – Mantenha a excelência acima de tudo

Se suas campanhas forem um sucesso, você sentirá o reflexo positivo da Black Friday: tráfego e pedidos a todo vapor. Nesse momento, não esqueça de preparar a sua operação para interagir com o consumidor em todos os pontos de contato. Seja via SAC, redes sociais, app de mensagem, bot ou qualquer outro método adotado pelo seu e-commerce. É preciso estar disponível e ter todas as informações para ajudar o comprador. Além de evitar o abandono de carrinho, este cuidado essencial pode salvar a reputação da sua loja na Black Friday.

Disponibilizar um FAQ (Frequently Asked Questions) e deixar visíveis os canais de atendimento melhoram a experiência do usuário. Outro ponto importante é comunicar no momento da compra os prazos de entrega e a política de troca e devolução. É aconselhável ampliar os prazos para evitar possíveis atrasos de entrega devido ao grande volume de vendas. Ao fechar a jornada com excelência, sua marca garantirá o encantamento do consumidor. Isso significa: potenciais clientes fidelizados muito além da Black Friday.

Aproveite as dicas, capriche nas promoções e garanta muitas vendas para o seu e-commerce nesta Black Friday!

Aproveite e saiba mais sobre a Rakuten Digital Commerce!

VISITE O SITE
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários