Oportunidade é a palavra ideal para definir a Black Friday! Em 2017, as compras online superarão R$ 2,1 bilhões, somando mais de 3,1 milhões de pedidos realizados. Os dados são do Ebit, que também previu um tíquete médio de R$ 695 para o período, 6,4% maior que em 2016. As previsões elevam ainda mais a confiança dos lojistas a embarcarem de cabeça na edição deste ano. Se a sua marca se encaixa nesse universo, esteja ciente de que o sucesso durante a Black Friday depende de muito mais que apenas interesse em participar. É necessário planejamento e investimento assertivos. Preparação de equipe, alinhamento com fornecedores, segurança na plataforma de e-commerce, mídia segmentada para o público-alvo e presença nos canais certos são alguns pontos importantes a considerar. O marketplace, por exemplo, é um canal que ganha força ano a ano, ajudando as lojas virtuais a venderem mais na data.

Quer saber como aproveitar as vantagens desse tipo de plataforma para aumentar sua conversão nessa Black Friday?

Então, continue a ler esse post!

Black Friday Marketplace Vendas

1 – Preço

Na Black Friday, não há saída, o consumidor final busca o melhor desconto. Ou seja, o preço é fator fundamental para o fechamento da compra. Ao vender em marketplace, a marca compete, ainda, com centenas de players de diferentes portes. Além disso, o portfólio do vizinho pode ser muito semelhante ao seu, portanto, para se sobressair e conquistar o comprador, é preciso trabalhar bem a precificação.

Desenhe uma estratégia flexível e realista para a data. Afinal, de nada adiantará a conversão se a sua loja virtual sair no prejuízo. Mantenha a sua rentabilidade, estudando a concorrência para definir seu sortimento e o preço mínimo a ser aplicado em cada produto. E não esqueça de levar em conta os custos da sua operação, incluindo do estoque ao frete.

2 – Mix de Produtos

Muito se escuta sobre aproveitar a Black Friday para “promocionar” os produtos que estão saindo de linha ou as coleções antigas. Este é um caminho inteligente, mas não esqueça de mapear a intenção do seu consumidor e o comportamento dos seus concorrentes. Só assim, será possível definir um sortimento competitivo.

Reforce o contato com seus fornecedores e tenha sempre um “plano B”. É importante não depender de um único parceiro de negócios e, acima de tudo, ter um estoque planejado de acordo com suas previsões de vendas para o período. Perder vendas por falta de itens disponíveis pode ser tão negativo financeiramente quanto ficar com mercadoria parada.

3 – Conteúdo

Da mesma forma, de nada adiantará ter o produto em estoque e não se comunicar corretamente com o comprador. Revise as descrições dos itens, confira se contém todas as informações, cheque se todos possuem imagens em boa qualidade, por exemplo. Um conteúdo completo e bem organizado pode definir se o usuário comprará da sua loja virtual ou não.

No mundo online, informação nunca é demais. Se coloque no lugar do comprador e analise se o conteúdo que você disponibiliza facilita a experiência de compra. Esse ponto é essencial para o sucesso da sua performance via marketplace na Black Friday.

4 – Frete

O frete ainda é um fator crítico no e-commerce nacional. O assunto volta aos holofotes com força em todos os eventos do setor e nas datas sazonais, quando o volume de pedidos decola. Fazer promoções de frete grátis ou oferecer descontos de acordo com o carrinho de compras são opções muito usadas para ganhar a preferência do comprador.

Além dessas alternativas, oferecer datas de entrega atrativas também pode ser uma forma de ganhar o usuário. No entanto, mais uma vez, vale lembrar que suas ações devem ser realistas. Não prometa o que não conseguirá cumprir, sob o risco de criar atrito futuro com o consumidor e ainda abalar a imagem da sua marca.

5 – Equipe

A  Black Friday não é mais uma data sazonal como outra qualquer e, sim, o dia de maior venda do comércio eletrônico no país para diversos segmentos. Principalmente, se esta é a sua estreia no evento, não hesite em preparar bem suas equipes. A quantidade de profissionais disponíveis em cada área da sua operação precisa ser suficiente para dar fluidez à demanda. Eles também devem estar prontos para agir rapidamente na solução de problemas. Portanto, além de treinar seu time, analise se haverá a necessidade de contratação adicional.

O atendimento ao consumidor, em especial, requer bastante atenção em todos os canais de venda da sua loja virtual. O marketplace é um deles. Pela rapidez com que os pedidos são realizados e as transações efetuadas, o pós-venda é fundamental. Tenha profissionais experientes e capacitados dedicados a atender o comprador com velocidade e clareza e todos os pontos de contato. Esse é um diferencial de peso diante dos seus concorrentes de mercado.

Rakuten Shopping: o marketplace da Rakuten

E se seu plano é alavancar as vendas na Black Friday e em todo o ano, o Rakuten Shopping, nosso marketplace, pode ajudar! Por meio deste canal exclusivo, seus produtos terão mais visibilidade e saída.  O Rakuten Shopping reúne milhares de itens em dezenas de categorias, de artigos esportivos, calçados e moda, até produtos de informática, eletrônicos e celulares, entre muitos outros. Mais de 350 marcas já atuam na plataforma. Faça parte desse modelo de sucesso!

Gostou das dicas? Continue acompanhando nossas novidades aqui no blog!

Conheça mais sobre a Rakuten Digital Commerce e o Rakuten Shopping:

Clique aqui!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários