Tempo de leitura: 3 minutos

boca a bocaUma pesquisa recente identificou os fatores que mais geram recomendações boca a boca e em redes sociais para e-commerces. No topo da lista, como já era de se esperar, estava ele: o frete grátis.

É fácil entender por que a entrega gratuita faz tanto sucesso: o consumidor tem a sensação de estar economizando, mesmo quando decide comprar mais. O mesmo estudo mostrou que as entregas gratuitas já levaram 63% dos consumidores de e-commerce a colocar mais itens no carrinho ou a recomendar uma loja online para amigos.

Está aí mais um motivo para implementar esta estratégia na sua loja. Infelizmente, nem todo mundo pode se dar ao luxo de adotar a gratuidade total. Isso depende do tamanho da margem de lucro sobre os produtos.

Ainda assim, há uma série de táticas que podem ser adotadas para se fazer uso desse artifício sem acabar com as finanças. Ficou interessado? Então dê uma olhada em dez maneiras de implantar o frete grátis na sua loja:

1) Tudo com frete grátis

Este é o modelo mais simples – e também o mais arriscado – que você pode assumir: oferecer gratuidade a todos os itens da loja. Normalmente, as lojas que adotam essa tática, o fazem por um curto período, como 24 horas.

Pode ser uma maneira interessante de atrair novos consumidores para sua base. Mas, antes de se aventurar, faça bem as contas (afinal, quem pagará pelo frete será você) e não tire os olhos das planilhas durante a ação, afinal, o aumento das vendas deve compensar a perda de margem.

2) A partir de determinado valor

Esta é uma forma de puxar para cima o valor do tíquete-médio na sua loja. Você determina um valor mínimo de compras para que o cliente possa obter esse benefício. Por exemplo: frete grátis para todo o Brasil nas compras acima de 100 reais.

O segredo aqui é ter uma folga na margem para arcar com as despesas da entrega, levando em conta sempre o pior cenário: o custo do frete para um endereço que fique a mil quilômetros do seu centro de distribuição.

3) Alguns itens com frete grátis

Defina quais são os itens que interessa a você vender mais e que se enquadrariam na categoria “fáceis e baratos de transportar”. Para esses, você pode pensar em oferecer a modalidade de gratuidade.

4) Gratuidade sazonal

Em algumas épocas do ano (como Natal) as pessoas têm mais expectativa de que as lojas online ofereçam frete gratuito. E definir um período para a cortesia do serviço seria uma forma de você concorrer nesse momento agressivo do mercado.

Gostou da ideia? Aqui vai outra dica: não comece já oferecendo no Natal, veja como as coisas funcionam antes, numa data um pouco menor, como no Dia dos Namorados ou Dia dos Pais.

5) Sem custo apenas dentro de um perímetro

Jogando com a equação das possibilidades de frete grátis, você pode descobrir uma distância-limite para esta entrega.  Por exemplo, apenas para endereços localizados a até 200 quilômetros do seu centro de distribuição.

6) Taxa anual e frete grátis

Se alguém consome regularmente na sua loja, pode se interessar por pagar uma anuidade e ficar livre de custos de frete durante o ano todo (e, provavelmente, comprará mais sabendo que está livre).

7) Só para quem é fiel

Já falamos sobre formas de fidelizar seu cliente. Oferecer gratuidades em diversos formatos é uma maneira de fazê-lo sentir-se especial e de levá-lo a retornar mais vezes, comprar mais e ainda falar bem de você por aí.

Você pode determinar, por exemplo, que a cada três compras, em uma delas o frete é por conta da casa. Ou então, disponibilizar uma entrega grátis por mês para aqueles que compram toda semana.

As combinações possíveis nesse caso são inúmeras. Crie-as de acordo com suas necessidades e possibilidades, sempre tendo em mente que o importante, aqui, é beneficiar o consumidor que compra frequentemente em sua loja.

8) Retornos e trocas gratuitos

Especialmente se você vende um produto que “precisa servir”, como roupas e sapatos, sua política de trocas e retornos pode ser decisiva. Quem não se sente mais à vontade para comprar aquela peça, sobre a qual ainda tinha dúvidas, ao descobrir que não haverá custo de frete, caso precise fazer uma troca?

9) Gratuidade na retirada na loja

Esta última ideia serve para quem também possui loja física: permitir que o cliente retire o produto sem pagar pelo frete. Note que esta estratégia pode até render mais negócios. Uma vez dentro da sua loja, ele pode querer comprar outros itens.

Pronto para criar sua própria política de frete grátis? Coloque o plano em ação e deixe um comentário contando quais foram os resultados!

Fonte: Portal E-commerce Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários