Tempo de leitura: 3 minutos

Da próxima vez que você se encontrar em uma situação difícil, tente este exercício: imagine-se objetivamente como uma terceira pessoa assistindo a história se desenrolar na TV.

Rakuten Today

Sente e assista ao seu drama como se estivesse na plateia ao invés da ação. Como se parece do lado de fora? É um pequeno problema ou uma grande crise se desdobrando diante de seus olhos? Você está fazendo os movimentos certos ou piorando?

Podemos fazer um grande problema quando temos uma farpa em nosso próprio dedo mindinho. Mas, se você pensar nisso como o dedo de outra pessoa, poderá perceber o quão ridículo é fazer esse tipo de barulho. Por isso, essa perspectiva de fora pode ajudá-lo a manter suas emoções sob controle.

Enfrente cada desafio objetivamente

Ao se treinar para olhar as coisas do ponto de vista objetivo, você evitará muitos problemas. Muitas vezes, da perspectiva do público, a resposta para o seu dilema é simples.

Em tempos de crise – quando você está em um canto – é fácil vacilar e fazer julgamentos ruins. Essas decisões ruins geralmente causam ainda mais danos. Afinal, todos nós já vimos líderes empresariais e políticos em tempos de crise. Podemos estar sentados em casa, colados aos nossos televisores, imaginando o porquê eles se comportam da maneira que fazem – muitas vezes piorando suas próprias situações. No entanto, o fato é que, nessas situações, perdemos de vista as coisas que são óbvias para todos que estão do outro lado das câmeras.

É por isso que às vezes precisamos simplesmente encarar cada desafio objetivamente assistindo na TV com a perspectiva da audiência. Quando paramos para examinar algo do ponto de vista de um espectador, podemos fazer escolhas diferentes.

Há mais de um ano, durante uma crise de gargalos de logística no Japão, dei um passo inesperado. Contei a dezenas de milhares de comerciantes em nosso marketplace que a Rakuten iria ajudá-los a resolver esse problema.

As redes de entrega existentes que os compradores de e-commerce confiavam estavam em ponto de ruptura. Ou seja, as tradicionais empresas de logística estavam elevando seus preços e afastando os clientes devido à falta de capacidade. Por isso, eu pude ver que precisávamos olhar para esse problema com um novo ponto de vista mais objetivo.

Agora, a crise ainda não está resolvida, mas melhorando gradualmente a situação. Por isso, estamos aumentando a capacidade logística construindo novos armazéns por todo Japão. Além de procurar sempre soluções criativas centradas no cliente para minimizar o desperdício e garantir que os compradores recebam seus itens em uma data e local adequados.

Pausa e pense: O que meu público imaginário veria?

Houve outras ocasiões em que eu poderia ter me beneficiado desse ponto de vista objetivo. Mas, talvez eu estivesse apaixonado demais pela lógica convincente de minha própria perspectiva.

Anos atrás, a Rakuten chegou às manchetes quando tentamos adquirir a Tokyo Broadcasting System (TBS), uma das principais emissoras nacionais do Japão. Eu tinha certeza de que isso era uma vitória para ambas as empresas e eu a persegui agressivamente. Se eu tivesse parado para fazer o check-in com meu público imaginário, eu poderia ter visto o maior obstáculo para o nosso sucesso. Os executivos da empresa de radiodifusão se dedicavam a uma visão antiga da mídia e estavam entrincheirados nessa maneira de pensar. Eles nunca iriam ver o acordo do meu jeito. Eu finalmente abandonei o negócio – e isso nos custou muito tempo e dinheiro.

Essa tática pode funcionar mesmo em momentos mais calmos. Quando pensarmos em como promover a marca Rakuten nos EUA, sendo que as nossas marcas norte-americanas como o Ebates têm fãs profundamente leais, tivemos que aceitar a realidade de que o nome Rakuten não é tão onipresente quanto é em Japão.

Ao olhar objetivamente, ficou claro que uma campanha publicitária norte-americana tinha que começar da estaca zero – mesmo que para mim não pareça que somos novos aqui. Essa percepção guiou nossa mais nova rodada de publicidade – anúncios de TV exibidos durante o Grammy e o pré-show do Superbowl – que começam no básico: como dizer nosso nome (Dica: “RACK-uh-ten”).

O ponto de vista objetivo é uma ferramenta para enfrentar qualquer desafio. Está lá quando as emoções estão altas, e você está tentado a fazer uma escolha precipitada. “É isso que um espectador objetivo aconselharia?” – Conjure sua audiência imaginária e olhe para ela da perspectiva dele.


Por Hiroshi “Mickey” Mikitani, Chairman e CEO, Rakuten, Inc.

Aproveite e saiba mais sobre a Rakuten Digital Commerce!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários